Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Brasão

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso



AUTOAJUDA

Dia 19 de setembro tem lançamento de livro sobre depressão no Zulmira Canavarros

Livro "Tenho Depressão. E agora?" conta experiência de Allan, que tem mais de 20 anos de convivência com a doença. Além do lançamento, terá homenagem ao CVV e alusão ao Setembro Amarelo



Alan Barros fala sobre depressão no Teatro Zulmira Canavarros (Foto: JLSiqueira/ALMT)

Na próxima terça-feira (dia 19 de setembro), às 19 horas, acontece o lançamento do livro “Tenho Depressão. E agora?”, de Allan Barros. O livro conta a história do autor, que convive com a depressão há mais de 20 anos e, também, fala de experiências de outros pessoas acometidas pela doença. A noite será dedicada à generosidade e ao autoamor, marcando o Setembro Amarelo de combate ao suicídio e homenageando o CVV (Centro de Valorização da Vida). O lançamento e a campanha de não ao suicídio tem parceria da Sala da Mulher da Assembleia Legislativa, através da presidente de honra, Sônia Meira Botelho. A entrada é social: dois quilos de alimentos "e um abraço no autor".

O livro de Allan terá onze capítulos, sendo que em sete deles relata seu testemunho de acometido pela depressão, com vários fatos vivenciados por ele ao longo dos anos. Os quatro capítulos restantes têm participações especiais de profissionais e pessoas que fizeram  parte da sua vida. O autor ressalta o último capítulo, uma obra que ficou aberta até a última semana antes da impressão,  pois tem a participação de pessoas que espontaneamente quiseram fazer parte, dando seus relatos de luta e superação da depressão.    

O livro é todo colorido e ilustrado pelas obras de arte do artista plástico mato-grossense Rafael  Jonnier. “Eu quis tirar o 'preto' da depressão e retratar temas tão difíceis de uma forma leve e colorida. Se no Google você digitar a palavra 'depressão', e ir no 'imagens'  só vai se deparar com imagens deprimentes, todas em preto e branco, imagens retratando muito sofrimento. Eu acredito que da forma que a depressão é retratada na internet, um adolescente, um jovem jamais assumirá para alguém que tem depressão ou sente sintomas de depressão, então quis retratar a depressão, a ansiedade, o bullying e o suicídio de uma forma colorida”, conta Allan.

Outro destaque do livro, diz Allan, são três capítulos com participação especial de Flavia Haddad, uma psicóloga  e ex-depressiva  que encontrou na psicologia uma forma de ajudar o próximo e se ajudar. Também conta com Maria Augusta Ribeiro que é uma estudiosa de Netnografia, o estudo do comportamento humano no ambiente digital, e Gabi, uma adolescente de 14 anos que também convive com a depressão.

Mais Allan considera o último capitulo como o mais lindo, pois inclui a íntegra de 11 relatos de dor e amor de 11 pessoas que confiaram nele e contaram suas histórias de dor, amor e superação. “Desde o dia que coloquei minha historia na internet, recebi muitos relatos de pessoas que eu conhecia, mas também de pessoas que eu não conheço pessoalmente. E como uma forma de democratizar o livro e homenageá-las quis incluir 11 delas no meu livro”.

O livro tem ainda uma "Playlist da Superação"  com música que o ajudaram a vencer momentos de depressão e uma lista lista chamada "11 Atitudes Para Vencer A Depressão" com  11 dicas simples e possíveis para combater a depressão. “São  todas músicas e dicas que eu usei e que funcionaram muito bem comigo, então entendi que devia compartilhar”, afirma Allan.

Allan foi diagnosticado com depressão aos 15 anos, luta contra a doença a mais de 20 anos. No primeiro semestre deste ano ele apresentou o talk show Tenho Depressão. E agora? Uma previa do livro e que trouxe ao teatro Zulmira Canavarros uma plateia interessada no tema. Naquela ocasião a entrada foi um abraço que Allan fez questão de receber de todos os participantes. Ele   e explicou que o abraço é parte do seu tratamento: “Enfrento a depressão a mais de 20 anos e quero sempre abraçar e amar o próximo porque sei o poder de cura disso”, disse há época.

Allan Barros também citou que, atualmente, 350 milhões de pessoas sofrem depressão no mundo e 280 mil tem transtorno de ansiedade. Só em 2015, 800 mil pessoas cometeram suicídio. “Esses números mostram que como eu, muitos estão carecendo de cura. Sabemos que depressão é uma doença reconhecida pela Organização Mundial de Saúde, mas as pessoas ainda não são tratadas como doentes. Muita gente confunde depressão com preguiça e acabam fazendo bullying com aquelas depressivas”, cita Allan.

SERVIÇO:

O QUE: Lançamento de Livro “ Tenho Depressão. E agora?”,  de Allan Barros

ONDE: Teatro do Cerrado Zulmira Canavarros

QUANDO: 21 de setembro, às 19 horas

INGRESSO: 2 quilos de alimentos e um abraço


Mais informações:
Secretaria de Comunicação
Redação: (65) 3313-6310 (65) 3313-6283
Rádio: (65) 3313-6682
TVAL: (65) 3313-6341 (65) 3313-6399


Fotos relacionadas