Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Brasão

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso


Sexta-feira, 28 de março de 2008 13h57


Os 86 anos do PCB/PPS

PERCIVAL MUNIZ / ALMT



Fez 86 anos, no último dia 25 de março, que um grupo de apenas nove trabalhadores e intelectuais se reuniu em Niterói, Rio de Janeiro, e fundou o mais antigo partido político do país: o PCB (Partido Comunista Brasileiro) – desde 1992 transformado em PPS (Partido Popular Socialista).

O PCB consolidou-se, ao longo dos anos, como força política de esquerda, pelo apoio e outras contribuições que deu à luta dos trabalhadores e dos movimentos populares. Em 1958, o partidão, como já era conhecido, adotou o caminho da democracia como viés para as transformações que o país tanto necessitava. A opção foi confirmada no 5º congresso realizado em 1962 e, em nome da democracia, lutou contra o regime de exceção vivido pelo país entre os anos de 1964 e 1985.

Em 1992, no 10º Congresso, após disputar a eleição presidencial, com Roberto Freire, em 1989, a primeira eleição presidencial direta após mais de duas década de ditadura militar, o partido se transformou no PPS e aprovou a Radicalidade Democrática como meio de fazer política.

O PPS é, em seus 86 anos de história, um dos poucos partidos oriundos da esquerda democrática que busca uma proposta viável para responder às angústias de grande parte da sociedade brasileira diante de uma realidade global que se torna, dia a dia, mais asfixiante e desesperadora.

O PPS é o partido que disparou na frente em busca de novos modelos de desenvolvimento nacional e de soluções para a urgente necessidade de melhoria das condições de vida da grande maioria do povo brasileiro.

O PPS é um partido em expansão nacional, com um ideário renovado e melhor adaptado à nossa realidade, composto em grande parte por uma nova geração de políticos comprometidos com a busca de novos caminhos para o desenvolvimento econômico, político e social do Brasil.

O PPS sempre defendeu a manutenção da estabilidade econômica, porém com mais ênfase no crescimento firme e sustentável, uma opção mais clara em prol do fortalecimento do setor produtivo nacional e uma relação com os mercados globais que reafirme a nossa soberania, a defesa de nossos interesses e o fim das desigualdades do nosso povo.

O PPS é um partido pioneiro: assim como foi o primeiro partido de esquerda no Brasil, fundado em 1922 e integrado a absolutamente todos os movimentos de luta pela democracia, pela liberdade, pela cidadania e pela justiça social no país, foi também o primeiro a reconhecer, no início da década de 90, o fracasso do modelo socialista até então adotado em todo o mundo e o primeiro a se despir de antigos dogmas e preconceitos.

Assim, o PPS é um partido novo, democrático, inspirado na herança humanista, libertária e solidária dos movimentos sociais e das lutas dos trabalhadores em nosso país e no mundo. Tem o socialismo como parâmetro, não como verdade absoluta.

O PPS não abre mão de seus princípios históricos e de suas raízes, mas corajosamente renuncia a qualquer ´modelo-guia´ para resolver os problemas do Brasil.

Em Mato Grosso, o PPS está mais vivo do que nunca e é uma das principais forças políticas do Estado, com quase 36 mil filiados. Estamos nos reestruturando nos 141 municípios de Mato Grosso e, com isso, mantendo acesa a chama de implantar uma sociedade mais justa, solidária e que respeite o meio ambiente.

O PPS estará participando ativamente do processo eleitoral de 2008. Estamos articulando candidaturas a prefeito e a vereador em todo o Estado, pois queremos fortalecer a construção de um programa que ‘turbine’ de fato o desenvolvimento sustentável de Mato Grosso e viabilize o nosso sonho de construção de uma sociedade igualitária. Convidamos a todos para se juntar a nós e participar da construção coletiva desse projeto que tem um propósito muito claro, oferecer uma nova alternativa de desenvolvimento sustentável para Mato Grosso!

*Percival Muniz é deputado estadual e presidente regional do PPS/MT


Secretaria de Comunicação Social