Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Brasão

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso


Quinta-feira, 14 de dezembro de 2017 17h45


PROFISSIONALIZANDO

Sala da Mulher encerra curso de pintura com 15 mulheres do residencial Paiaguás e adjacências

O curso atendeu mulheres dos bairros residencial Paiaguás I e II, Três Poderes, Itapuã, Ubirajara e Catedral e faz parte de programação que ocorreu ao longo de 2017

Maria Nascimento Tezolin / Secretaria de Comunicação Social



Foto: Ronaldo Mazza

Numa parceria da Sala da Mulher da Assembleia Legislativa, a Associação de Moradores e Clube de Mães Sinhá Maria do Bairro Residencial Paiaguás, 15 mulheres entre 23 e 65  anos de idade do mesmo  bairro e entorno concluíram hoje (14) o curso de pintura em tecidos com ênfase para o tradicional pano de prato.  “O mais importante é fomentar renda. São mulheres em idade de plena produtividade e que agora poderão agregar renda, através da confecção de panos de prato para vendas diretas”, lembrou Daniella Paula Oliveira, coordenadora da Sala da Mulher.  

Para a presidente do bairro, e também do Clube de Mães, Janeth Aparecida Stersa, ”o curso foi importante pela oportunidade de geração de renda e uma das principais vantagens é a qualificação, a preparação para o mercado de trabalho”, disse ela, que também foi aluna e, como aluna comemorou “estou feliz como aluna, porque aprendi técnicas de mistura de tintas, pintura de forma leve e com certeza eu já posso fazer os primeiros panos de prato para vender, e depois continuar estudando para aprimorar e pintas outras coisas”.

A dona de casa Patrícia Gomes da Silva, que é membro do clube de mães, estava bem otimista. “Adorei o curso com a professora Daniela Cunha e gostamos muito dessa parceria com a Sala da Mulher, que venham mais vezes pois gostei muito e espero que venham outros cursos”, disse. Daniela Cunha é a professora que faz um trabalho em parte voluntário, ela recebe apenas uma ajuda de custo e está ministrando o curso de pintura em diversas localidades. Para Cunha, “um dos mais importantes aspectos do curso é a psicoterapia da arte, quando elas expressam através do desenhos o que não conseguem falar com palavras”.    

O curso encerrado hoje atendeu os bairros residencial Paiaguás I e II, Três Poderes, Itapuã, Ubirajara e Catedral. Ele é parte de uma programação que foi realizada ao longo do ano de 2017 e que contemplou cinco associações de moradores com formações em confecção de camisetas, elaboração de cartão estilizado, pintura em tela, pintura em tecidos todos com duração de um mês, duas vezes por semana e workshops de automaquiagem e maquiagem profissional.


Secretaria de Comunicação Social